domingo, 18 de julho de 2010

Hitomi Tanaka


Hum... olhando as peitudas que já mencionei por aqui, percebo que faz tempo que não falo de alguma que seja japonesa. Então falarei desta aqui da foto ao lado.

Pois é... muitos duvidam que existam garotas nipônicas com seios imensos totalmente naturais. Eu mesmo tenho uma amiga que teimou comigo que isso não existe, que as peitudas que existem por lá são todas siliconadas. Eu até algum tempo atrás também pensava nesta forma.

Se bem que até as peitudas de outras etnias também acreditava que não existia até encontrar Kerry Marie. E com um tempo depois pesquisando na internet, vi garotas peitudas aos montes, não tem como não dizer que não existem... e mais além, encontrei as tais nipônicas peitudas como Ourei Harada, uma das minhas primeiras japas, tanto na internet como mencionada aqui no blog.

Esta aqui encontrei por acaso, vendo um link de japonesas peitudas. E pelo os vídeos que observei, trata-se de uma atriz pornô. E é claro, não dá para colocar estes vídeos aqui, porém tem alguns que dá, como o que está nesta postagem. Seu nome é Hitomi Tanaka.

Ela tem uma cara de bobona e uma atitude tremendamente infantil, mas isso é normal: Não tem vídeos de japas peitudas que não aja deste jeito pueril. Deve ser da cultura deles. Agora, em compensação, tem uns peitos...



E eles balançam muito, não tem como serem falsos, eu acho! Se bem que a tecnologia japonesa é uma das melhores, vai saber... na dúvida, prefiro acreditar que são totalmentes naturais.

Aproveitando a ocasião, tenho que dizer: Os japoneses tem umas taras muitíssimo estranhas. E não estou falando de gostar de peitões... pois isso também adoro e muito. Estou falando de fazer vídeos eróticos com ar de estupro, assédio, sádicos... e por aí vai! Já vi muitas peitudas, Hitomi tem vários, em que vários japinhas assanhados se junta para ficar buzinando ao mesmo tempo ou não nos peitões das moças, coisas já que já vi em muitos Hentais por aí. Será que é o reflexo do que eles realmente de fato fazem por lá?!? Hum... é melhor deixar este assunto pra lá!

Nenhum comentário:

Postar um comentário